top of page
final-cabecalho-blog-compels4.png
Buscar
  • Compels

Expansão empresarial: entenda a importância

A decisão de expandir o negócio não deve ser subestimada. No mundo empresarial atual, a expansão deixou de ser uma mera opção; é uma necessidade. Como diz o ditado: "Camarão que dorme a onda leva!".


É importante considerar alguns fatos relevantes. Em um país como o Brasil, sujeito a movimentos políticos voláteis, a incerteza econômica é constante. Anualmente, enfrentamos a possibilidade de um crescimento significativo ou um desempenho fraco, o que influencia a postura dos setores, podendo resultar em desaceleração ou inflação no consumo.


Além disso, a inflação acumulada nos últimos anos tem sido considerável. Entre 2018 e 2023, os índices do IPCA variaram de forma significativa, destacando a importância do crescimento contínuo para evitar perdas de mercado.


Exemplo:


Quando se trata de crescimento, é necessário considerar não apenas números fixos, mas também a inflação acumulada. Afinal, a inflação implica ajustes nos preços e custos, o que afeta diretamente os resultados financeiros. Portanto, o crescimento real deve ser calculado após descontar os efeitos inflacionários.


Quanto à expansão, existem duas abordagens principais: horizontal e vertical. O crescimento horizontal visa aumentar a base de clientes, enquanto o crescimento vertical concentra-se em expandir a oferta de produtos ou serviços para clientes existentes. Muitas empresas optam por combinar essas abordagens, buscando simultaneamente novos clientes e ampliando sua gama de produtos.


As estratégias de expansão podem incluir:


Novos mercados – outros nichos de clientes, outras regiões, outros países, diversificação de equipe de vendas, novas unidades, etc.

Novos produtos – criar novos itens, novas linhas, etc.

Aumento de produção – planejar um aumento de produção para suprir uma demanda reprimida.

Aumento de lucratividade – analisar as margens e a composição dos custos de produção, vendas e despesas, para aumentar o ganho sobre o resultado.

Modelo de negócio – diversificação por franquias, e-commerce e mídias sociais, expansão internacional.

Fusões ou aquisições – entrar em outros mercados através de compra ou fusão com outras empresas, sejam concorrentes ou não.

No entanto, é crucial tomar decisões embasadas em informações sólidas, considerando cuidadosamente o investimento necessário e evitando comprometer excessivamente os recursos da empresa.


Explicando mais detalhadamente cada ponto, a entrada em novos mercados pode significar explorar outros nichos de clientes, expandir para diferentes regiões dentro do país ou até mesmo considerar oportunidades internacionais. Isso exige uma análise aprofundada das demandas e características de cada mercado-alvo, bem como uma estratégia de marketing adaptada às particularidades de cada região.


Por outro lado, o lançamento de novos produtos ou serviços pode ser uma maneira eficaz de atrair e reter clientes existentes, bem como de alcançar novos segmentos de mercado. Isso requer pesquisa de mercado para identificar lacunas ou necessidades não atendidas, além de investimentos em pesquisa e desenvolvimento para criar produtos inovadores e de alta qualidade.


O aumento da produção é outra estratégia comum de expansão, especialmente quando há uma demanda crescente por produtos ou serviços. Isso pode envolver investimentos em equipamentos, tecnologia e mão de obra, bem como o desenvolvimento de processos eficientes de produção e distribuição para atender à demanda de forma oportuna e eficaz.


Melhorar a lucratividade também é fundamental para sustentar o crescimento a longo prazo. Isso pode ser alcançado através da otimização de custos, negociação de melhores condições com fornecedores, aumento da eficiência operacional e revisão de estratégias de preços para garantir margens saudáveis de lucro.


Finalmente, fusões ou aquisições podem oferecer oportunidades de expansão rápida e acesso a novos mercados, tecnologias ou recursos. No entanto, essas operações exigem uma análise cuidadosa de riscos e benefícios, bem como uma integração eficaz das operações e culturas organizacionais das empresas envolvidas.


Em resumo, expandir o negócio é essencial para garantir a competitividade e a sustentabilidade a longo prazo. No entanto, é importante adotar uma abordagem estratégica e fundamentada em dados, considerando cuidadosamente as oportunidades e os desafios de cada opção de expansão. 


Ao fazer escolhas informadas e gerenciar os recursos de forma eficaz, as empresas podem maximizar suas chances de sucesso e crescimento contínuo no mercado.

9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page