top of page
final-cabecalho-blog-compels4.png
Buscar
  • Compels

A Supply Chain Built for Competitive Advantage

A pesquisa "A Supply Chain Built for Competitive Advantage", realizada pela Harvard Business Review Analytic Services em outubro de 2022, discorre sobre os desafios e oportunidades enfrentados pelas organizações em relação às suas cadeias de suprimentos.Um dos pontos de destaque é a necessidade urgente de adaptação e modernização para enfrentar um ambiente empresarial cada vez mais volátil e complexo, os dados revelam insights cruciais para empresas de todos os setores, incluindo aquelas que operam no campo de sistemas de planejamento de recursos empresariais (ERP).


Os resultados da pesquisa indicam que a grande maioria dos executivos (94%) considera as operações de cadeia de suprimentos uma prioridade maior no momento da pesquisa do que nos três anos anteriores, refletindo a crescente conscientização sobre a importância estratégica dessa função.

Além disso, uma esmagadora maioria (97%) concorda que uma cadeia de suprimentos resiliente tem um impacto positivo direto nos resultados financeiros da empresa, destacando a conexão direta entre eficácia operacional e sucesso empresarial.No entanto, apesar do reconhecimento da importância, muitas organizações enfrentam desafios significativos em suas cadeias de suprimentos.


A pesquisa revela que dois terços dos executivos (66%) relatam que suas cadeias ainda estão se recuperando de uma recente interrupção, enquanto metade (53%) expressa preocupação com a falta de flexibilidade para se adaptarem rapidamente às flutuações do mercado. Esses desafios são exacerbados por questões tecnológicas, incluindo falta de integração entre sistemas (37%) e falta de acesso a dados em tempo real (31%), bem como dificuldades na contratação e retenção de talentos com habilidades em cadeia de suprimentos (30%).

A análise dos dados revela que, embora as empresas reconheçam a importância da modernização das cadeias de suprimentos, há uma lacuna significativa entre as expectativas dos executivos e a realidade das operações. Por exemplo, embora a maioria dos executivos (58%) classifique uma estrutura de tomada de decisão clara e estratégica como "extremamente valiosa" para uma cadeia de suprimentos eficaz, apenas 23% estão muito satisfeitos com a execução dessa capacidade em suas organizações.


Isso reflete uma desconexão entre a percepção de valor e a capacidade de implementar efetivamente práticas de excelência. Diante dessas descobertas, fica evidente que as empresas precisam investir em tecnologias e práticas que promovam a integração, visibilidade e flexibilidade em suas cadeias de suprimentos. Isso inclui a adoção de infraestrutura digital moderna, a implementação de práticas de colaboração eficazes e o desenvolvimento de talentos com habilidades específicas em cadeia de suprimentos.


Aqueles que conseguem construir cadeias de suprimentos ágeis e resilientes estarão melhor posicionados para competir e prosperar em um mercado em constante evolução.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page